Corpo (não) urbano em ação

"Flâneus-e" de María Roja, entre as pezas exhibidas

xoves, 10 de decembro de 2020

Sinfonia na Cidade, Marion Velasco e Bronze Residência apresentam:
II Festival de Performances Mínimas em Vídeo – Corpo (não) urbano em ação.

Corpo (não) urbano em ação

É um projeto idealizado e coordenado por Elia Torrecilla e Miguel Molina com o apoio de PAC e LCI (Universidade Politécnica de Valencia). Esse ano a temática foi voltada à nova rotina que se estabeleceu devido à pandemia, sendo que o confinamento deu espaço ao surgimento ou redescobrimento da criatividade individual. A mudança da atividade habitual, o trabalho online e à distância, a falta de contato público, a ação restrita, o tédio, a incerteza, o medo..., às vezes dão lugar ao absurdo para romper com a rotina, dando origem a ações virais que nos infectam por meio de redes sociais para abrir uma fronteira entre arte e vida, arte e não arte.
O Festival é composto por vídeos curtos, gravados com celulares, câmaras, webcams... em que se registe uma pequena atuação (interpretada por artistas ou não artistas) ocorrida durante este período de estado de alarme do coronavírus; ações mínimas de rua - realizadas nos deslocamentos permitidos dentro da legalidade e da segurança; ações domésticas mínimas (dentro de casa ou na varanda); individuais ou coletivos, no espaço físico ou virtual que mostram gestos performativos mínimos na vida confinada.

Participe pelo link:
https://padlet.com/fronteirassonorasuffs/jk2u2edkizctr41l

+info:
https://urbanbodyinaction.wixsite.com/noturbanbodyinaction